MENU+
PRÓXIMA Filmes que você não pode deixar de assistir com as crianças ANTERIOR Filmes que você não pode deixar de assistir com as crianças

Guia da 25 de março: um pouco da 25

por:
publicado em: 08/04/2013

Chegou a hora de falar de um dos meus lugares favoritos de São Paulo: a Rua 25 de Março! <3

O meu amor por esse lugar é super intenso: começou quando eu nem conhecia SP ainda, minha mãe vinha para cá e voltava carregada de coisas incríveis. E me diga, como não amar um lugar com tantas coisas legais?

Depois que mudei pra SP, em 2007, o meu amor só aumentou. Sempre que posso dou um pulo por lá para ver as novidades, comprar coisas legais para a minha casa e, principalmente, me perder entre os tecidos, linhas e botões.

Como vou bastante pela região, acabei sendo uma guia para as amigas que sempre vão por lá. Por isso reuni as lojas e os lugares que frequento nesse guia, que será uma ajudinha minha para você. Os lugares estarão organizados por tema, facilitando para que você encontre tudo o que precisa.

Caso você conheça um lugar incrível, daqueles imperdíveis, que não está no mapa, me conte! Vou ficar feliz em incluí-lo e, principalmente, de conhecê-lo! :)

Agora vamos falar da 25?

Quando chegamos na Ladeira Porto Geral e olhamos para todos aqueles prédios e toda aquela gente andando pela Rua 25 de Março chega dá uma coisa bem boa dentro da gente. Mas para quem olha isso tudo a primeira vez não imagina que a 25 de Março é uma rua beeeem antiga, existindo desde o século 17, quando se chamava Rua de Baixo e Beco das Sete Voltas. Em 1865, com a chegada dos bondes, a rua foi rebatizada como 25 de Março, em homenagem à data de promulgação da primeira Constituição Brasileira.

De lá pra cá, com os libaneses, sírios, gregos, coreanos, chineses e algumas outras etnias, a 25 de março ganhou muitas lojas e hoje é considerada o maior comércio a céu aberto da américa latina! E não é a toa: a rua abriga inúmeros ambulantes, lojas de tecidos, armarinhos, lojas de festas e coisas para casa, bijouterias e tudo mais que você possa imaginar!

Curiosidade: O compositor Adoniran Barbosa trabalhou na 25 de Março, em 1935, como vendedor e entregador de uma loja de tecido e foi demitido por ter o hábito de atender os clientes batucando no balcão! <3 Quem não gostaria de ser atendida pelo rei do Bixiga, hein?

O jeito mais fácil de chegar na 25 é de metrô! A estação mais próxima da 25 é a estação São Bento (linha azul). Saindo do metrô, pegue a saída Ladeira Porto Geral e seja muito feliz!

Da Avenida Paulista:
Se você quiser ir de metrô é bem fácil. Basta pegar a linha verde (sentido Vila Prudente) até a estação Paraíso. Lá você vai descer do metrô e pegar a linha azul (sentido Tucuruvi) e descer na estação São Bento.

Dos terminais rodoviários:
Barra Funda:
O terminal rodoviário Barra Funda fica na estação Palmeiras – Barra Funda do metrô (linha vermelha). Para chegar na 25 de março, você deve pegar o metrô no sentido Corinthians-Itaquera e descer na na estação. Lá você vai descer a escada para a linha azul e pegar o metrô no sentido Tucuruvi. Você vai descer na próxima estação, que será a São Bento (linha azul).

Tietê:
A estação de metrô do terminal rodoviário do Tietê, possui o mesmo nome e faz parte da linha azul de metrô assim como a estação São Bento. Para chegar até lá, pegue o metrô na estação Tietê (sentido Jabaquara) e desça na estação São Bento (linha azul).

Jabaquara:
Para chegar na 25 de março a partir do Jabaquara (linha azul), pegue o metrô no sentido Tucuruvi. A sua estação será a São Bento (linha azul).

Táxi
Sempre que estou pelo centro e quero ganhar tempo na 25, peço pro taxista me deixar no topo da Ladeira Porto Geral. De lá eu já vou descendo e começando as minhas compras. Fique atenta que existem taxistas truqueiros em todo lugar 😉. Para ter uma ideia do preço, você pode consultar no Tarifa de táxi quanto vai custar aproximadamente a sua corrida.

Carro
Não vá de carro, sério. Mas se você insistir muito nessa ideia, existem alguns estacionamentos próximos à 25. O preço é salgado e a região tem um trânsito complicado. Dependendo do tempo que você vá ficar é melhor ir de metrô e voltar de táxi (se você estiver com muitas compras!).

Como todo centro comercial popular, é preciso tomar alguns cuidados para andar por lá:
* Sempre ande com a mochila e a bolsa na frente do seu corpo. Eu evito ir com a bolsa, vou de mochila porque fica mais fácil de carregar as compras e sempre a deixo na frente do meu corpo 😉
* Não use o celular na rua ou nos corredores térreos das galerias. Se for atender uma ligação, responder um sms ou fazer alguma pesquisa, entre em alguma loja e utilize o seu telefone.
* Deixe as jóias e os relógios caros em casa, vá com bijouterias e relógios baratinhos.
* Não use roupas chamativas e bolsas caras: assim como você, os ladrões também sabem diferenciar o que é bom. :)


Cada loja tem o seu horário de funcionamento. Mas em geral as lojas da região ficam abertas de segunda a sexta das 8h às 17h e nos sábados ficam abertas das 8h às 13h.
Você também pode encontrar alguma loja que fique aberta até mais tarde ou que abra aos domingos. Se você precisa ir por lá e seus horários são alternativos, é melhor dar uma ligadinha na loja antes de sair de casa para certificar o horário de funcionamento.

O meu dia favorito de ir na 25 é na segunda feira. A rua está calma, não tem muita gente (exceto novembro e dezembro) e os vendedores estão mais pacientes.

Sempre leve uma mochila para te ajudar a carregar as compras. Se a empolgação for muita, compre um dos carrinhos de feira que eles vendem por lá (na M.Camicado tem!), eles ajudam a aliviar o peso da mochila e depois você pode utilizar na feira e no supermercado. O meu é bem fofo, preto com bolinhas brancas, e custou super baratinho.

Algumas pessoas compram os sacolões que são vendidos pelos ambulantes e colocam em carrinhos de ferro também vendido por lá. Se você vai despachar suas compras de avião ou ônibus, é uma ótima opção para não se preocupar com a mala extra. Mas lembre-se: compre um cadeado para despachá-las.

Use uma roupa bem confortável, pois você vai caminhar bastante e nada mais incômodo que roupas muito apertadas para isso;
Use um tênis confortável, nada de saltos ou sapatos que machuquem;
Evite bolsas (principalmente as caras), jóias e relógios.

Depois de ler esse super post, animou para ir na 25? Então se prepare: durante toda a semana teremos um especial com os meus lugares favoritos da região: as lojas de tecido, as lojas de aviamentos, de coisas para a casa e de onde comer por lá.

Preparadas? 😉

Fontes:
Imagem do UOL.
História da 25: Guia da 25 / Estadão

adelle
Sergipana e mora em São Paulo. Canceriana com ascendente em leão, apaixonada por café, bordados, Danilo e bolo. Tem uma casa colorida, ama ouvir os seus discos de vinil, descobrir novos lugares e sempre acaba nos mesmos de sempre. Agulhas, linhas, brincos grandes, cores e muitas estampas fazem parte do seu dia, assim como o Miss Caffeine.

Deixe o seu comentário


9 Comentários
Sebastião Euzébio Borges
22/01/2016 às 07h12
Estou montando uma loja de vestuário e acessórios, com certeza vou precisar de conhecer a famosa 25 de março, as informações para mim foi interessante.
adelle
adelle
09/09/2013 às 20h36
Oi Alexandra, um lugar específico eu não sei, mas você pode garimpar! Tem a Camicado e lojinhas menores por lá. Tem um prédio no final da ladeira Porto Geral, na esquerda, que tem muitas coisas de festa. Boa sorte!
Alexandra
27/08/2013 às 22h20
Ola boa noite ! adorei o blog ! eu estou montando uma empresa de festas infantis personalizadas , e estou indo para Sao Paulo fazer cursos e pesquisas e quero conhecer a 25 de março , vcs sabem a onde compro porcelanas coloridas para mesas de doces ? vou ficar muito feliz com as dicas . obrigada Alexandra
adelle
adelle
15/04/2013 às 11h04
Oi Camila! Lá na 25 tem muitos lugares que vendem os retalhos de patchwork, mas você pode ver se vale a pena comprar um pedaço maior do pano, já que tudo depende do tamanho do projeto. Existem lugares espalhados por SP inteira, mas acredito que a 25 seja o melhor lugar pra comprar as costurinhas, viu? beijo!
Camila
12/04/2013 às 15h08
Oi, sou de Porto Alegre, amei tuas dicas sobre a 25, nunca sei aonde compras coisas de patcwork quando vou à SP, fico meio perdida mesmo!!!! Na minha próxima ida seguirei todas as tuas dicas, quero saber se existem coisas baratas mesmo e se vale a pena, existe algum outro lugar em SP que tenham coisas de costurinhas para vender? Que sejam baratas, por favor!!!! Bjs e mto obrigada!
08/04/2013 às 21h44
seu blog é muito fofo mesmo, e agora então depois de descobrir que assim como eu vc adooora a 25, vou publicar seu blog no face ok? Bjus
Luci leandro
08/04/2013 às 20h43
Moro meia hora á pé da minha casa até a 25, é um encanto apesar da multidão. Beijos Luci
Adriana
08/04/2013 às 20h08
Amo esse lugar! E vc como guia nao tem melhor! :-*
08/04/2013 às 17h44
Tem como não amar a 25 de Março? É o meu lugar preferido em toda a cidade! Frequento desde criança e se pudesse, ia todo dia!!!