MENU+
PRÓXIMA Filmes que você não pode deixar de assistir com as crianças ANTERIOR Filmes que você não pode deixar de assistir com as crianças

Os bordados da Maricor Maricar

por:
publicado em: 18/02/2013

Uma das coisas mais legais de aprender a bordar é pesquisar. Sim, sempre que posso fico horas navegando em sites procurando referências e textos relacionados à técnica, não só pra aprimorar o meu conhecimento, mas para inspirar o meu trabalho e melhorar os meus pontos de bordado.

Numa dessas eu encontrei os bordados incríveis da Maricor Maricar, empresa formada por um grupo de ilustradores, designers gráficos e animadores de Sydney que, pasmem, também bordam. Logo de cara fiquei apaixonada pelas letras dos sweaters, mas ao navegar me encantei instantaneamente por todos os trabalhos! O ponto é incrível, o preenchimento é de encher os olhos d’água com tanta perfeição, sem contar com a combinação das cores, sempre hamoniosas. Mas se você acha que é um exagero meu, dá uma olhadinha nesses projetos abaixo. Não vai se arrepender. <3

WIRED Magazine 12.11 from MaricorMaricar on Vimeo.

Architecture in Helsinki – ‘Like it or Not’ from MaricorMaricar on Vimeo.

categorias : Crafts e DIY / Inspirações
adelle
Sergipana e mora em São Paulo. Canceriana com ascendente em leão, apaixonada por café, bordados, Danilo e bolo. Tem uma casa colorida, ama ouvir os seus discos de vinil, descobrir novos lugares e sempre acaba nos mesmos de sempre. Agulhas, linhas, brincos grandes, cores e muitas estampas fazem parte do seu dia, assim como o Miss Caffeine.

Deixe o seu comentário


2 Comentários
02/10/2013 às 19h08
[...] daquele vídeo da banda Architecture in Helsinki com bordados animados pela dupla Maricor/Maricar? Falei deles em um dos meus posts e fui conhecer mais um pouco sobre a artista que é uma grande [...]
Giu
18/02/2013 às 11h54
Poxa adelle, eu sei bordar. Aprendi porque quando criança eu era grudada na minha mãe e ela me ensinou pra gente bordar juntas = pra eu não ficar aperreando ela quando ela fosse bordar. Perdi o interesse completamente quando cresci, achava morgado e as estampas de revistas feias demais pra eu querer fazer igual, mas essas daí tão demais, fiquei com vontade de voltar agora hahah ;)